Justiça nega bloqueio de bens de ex-ministro da Saúde

A juíza Iolete Maria Fialho de Oliveira, da 22ª Vara da Justiça Federal em Brasília, negou um pedido do Ministério Público para bloquear os bens do ex-ministro da Saúde Ricardo Barros.

“Entendo ser precipitada a determinação de bloqueio de bens, nos termos requeridos na inicial, sem que se estabeleça o mínimo de contraditório, especialmente tendo em vista a gravidade dos fatos narrados na exordial e a complexidade que os envolvem”.

Barros foi acusado ontem de improbidade administrativa pela contratação, sem licitação, da Global Gestão em Saúde, por quase R$ 20 milhões, em 2017. A empresa atrasou a entrega de medicamentos. O ex-ministro disse que cumpriu decisões judiciais ao determinar a compra.

“Os investidores não devem se preocupar muito com o futuro da democracia no Brasil.” MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Rumanettto disse:

    SlVEQCQkIcFSSU8gTUHHT05JQ08gZW0gYefjbyBuYXMgZHVhcyBwb250YXM6IG8gcXVlIG1hbmRvdSBjb21wcmFyIGRlIG91dHJvcyBtYedvbnMgZSBhIHF1ZSBwcm90ZWdldSBvID8/LiBBIHZlcmdvbmhhIG51bmNhIGFjYWJhPw==

Ler comentários
  1. HM disse:

    UklDQVJETyBCQVJST1Mgc2VtcHJlIGZvaSBMQURSw08gVkEuR0FCVU5ETyBwb3LpbSBjb25zZ3VpdSBlc2NhcGFyIGRhcyBMQVZBIEpBVE8sbWFzIGVtIEJyZXZlIHBlZ2FtIGVzc2UgcGlsYW50cmEgZSBDb21wYXJzYSAgZG8gRkVMSVpNRU5URSBq4SBEZWZ1bnRvIG8gIE1BcmdpbmFsICBKT1PJIEpBTkVORT8/Pw==

  2. Sonia disse:

    TyBjYXJhIOkgIHVtIHBpY2FyZXRhISBJbnZlc3RpZ3VlIGEgZnVuZG8gZSBkaXZ1bGd1ZW0gcXVlIHBhdHJvY2luYSBlbGUg6SBhIGVzcG9zYSEgQWxp4XMsdG9kYXMgYSBnZXN09WVzIG5vIGdvdmVybm8gZG8gUGFyYW7hIGF06SAgbyBtb21lbnRvLiBSYXRpbmhvIEpyIHRibSwgdml1Pw==