Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Justiça nega bloqueio de bens de ex-ministro da Saúde

A juíza Iolete Maria Fialho de Oliveira, da 22ª Vara da Justiça Federal em Brasília, negou um pedido do Ministério Público para bloquear os bens do ex-ministro da Saúde Ricardo Barros.

“Entendo ser precipitada a determinação de bloqueio de bens, nos termos requeridos na inicial, sem que se estabeleça o mínimo de contraditório, especialmente tendo em vista a gravidade dos fatos narrados na exordial e a complexidade que os envolvem”.

Barros foi acusado ontem de improbidade administrativa pela contratação, sem licitação, da Global Gestão em Saúde, por quase R$ 20 milhões, em 2017. A empresa atrasou a entrega de medicamentos. O ex-ministro disse que cumpriu decisões judiciais ao determinar a compra.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO