ACESSE

Justiça proíbe autor de ameaças de ter contato visual e virtual com Bolsonaro

Telegram

O assistente de limpeza Pedro Venício Souza Rodrigues Ferreira, investigado pela PF por fazer ameaças a Jair Bolsonaro em uma rede social, foi proibido de ter qualquer contato visual ou virtual com o presidente, informa O Globo.

A Justiça também proibiu Ferreira de se ausentar de Três Corações (MG) sem autorização judicial, de permanecer em qualquer lugar onde Bolsonaro estiver e de entrar na ESA (Escola de Sargentos das Armas).

O assistente de limpeza, que trabalhava na ESA –onde o presidente esteve na semana passada–, postou um vídeo em que afirmou estar analisando a situação na área para acertar Bolsonaro quando ele chegasse. Depois, alegou à PF que era uma “brincadeira”.

MISSÃO: BOLSONARO-2022. Leia aqui

Comentários

  • Sérgio -

    Se tiver ficha no PSOL já tem os advogados a disposição!

  • Sandra -

    Haha! Pedro Venício S. R. Ferreira, só +1 bundão frouxão como todo PTISTA ou esquerdista! Gritam, ameaçam e qdo chamados para esclarecimentos, dizem q era apenas brincadeira! Esse só queria 1 mi

  • Lourdes -

    A figura do Presidente precisa ser respeitada. O assasinato do PR poderia nos colocar em uma guerra civil. Só loucos e antipatriotas podem pensar em uma coisa desta, acabar com a paz no País!

Ler 21 comentários