Justiça proíbe Doria de usar marca do Cidade Linda

A Justiça proibiu João Doria de usar a marca de seu programa de zeladoria urbana, Cidade Linda, com a sigla “SP” dentro de um coração, informa o G1.

A decisão, liminar, atende a pedido do promotor Wilson Tafner, para quem o uso da marca caracteriza “a promoção pessoal do administrador público”.

A juíza Carolina Cardoso ordenou que o prefeito se abstenha de usar “qualquer outro símbolo (…) que não seja o brasão e a bandeira oficiais assim definidos na Lei Orgânica do Município”.

A prefeitura de São Paulo já informou que vai recorrer da sentença.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. A juíza Carolina Cardoso ignora que toda gestão tem a sua marca. Essa é o tipo de ação rasa e deverá cair no primeiro recurso.
    O protagonismo da Justiça é bem vindo, mas não para ações sem a menor importância!

Ler mais 11 comentários
  1. A juíza Carolina Cardoso ignora que toda gestão tem a sua marca. Essa é o tipo de ação rasa e deverá cair no primeiro recurso.
    O protagonismo da Justiça é bem vindo, mas não para ações sem a menor importância!

  2. Parabéns a Justiça. Cidade Linda?? A cidade tá a mesma b.o.s.t.a de sempre, um l.i.x.o! Esses dias passei com meu carro em um buraco na marginal Pinheiros, por pouco não sofri um acidente grave, só dano material de ter estourado o pneu e entortado a roda. Esse Doria enganou mihares com seu marketing.
    Não passa de um e.goíst.a que quer se promover, promover suas empresas e ser Presidente ou Governador para tirar proveito disso. Vide as viagens que faz, abandonou a cidade e vive viajando para satisfazer interesses de suas empresas disfarçando de interesse público!

  3. Ih a agora? Sem propaganda e videozinho será que o Doria vai conseguir governar? O cara já começou a prefeitura sem a minha paciência e pensando em pular pra próxima, agora ainda com essa.

  4. Kkkkkkkkk…até que em fim a justiça de São Paulo resolveu deixar a parcialidade e enquadrar o arrogante doriana no tal “cidade linda” que na verdade deveria ser cidade alagada.