Justiça proíbe festas de Réveillon em Porto Seguro

A Justiça proibiu a prefeitura de Porto Seguro de realizar ou autorizar festas públicas ou privadas durante a virada do ano, independentemente da quantidade de pessoas presentes.

A liminar foi concedida pela juíza Zandra Anunciação Alvarez Parada, após pedido do governo da Bahia.

A magistrada fixou uma multa de R$ 300 mil para quem descumprir a decisão.

Leia mais: Crusoé revela com exclusividade como o diretor-geral da ABIN, Alexandre Ramagem, enviava por WhatsApp para Flavio Bolsonaro os relatórios produzidos clandestinamente para orientar sua defesa no caso da rachadinha.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO