Justiça prorroga prisões da 48ª fase da Lava Jato

A Justiça Federal prorrogou por mais cinco dias a prisão de seis investigados na 48ª fase da Lava Jato, etapa que apura irregularidades na gestão das concessões de rodovias federais no Paraná.

Os seis, incluindo o diretor-geral do DER-PR, Nelson Leal, estão presos temporariamente desde a última quinta.

O MPF havia pedido a conversão das prisões para preventivas (por tempo indeterminado), mas a Justiça optou por estender a prisão temporária.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. GILMAR disse:

    T0xIQSBBzSBBTklNQUwgUVVBRFLaUEVERS4NCk9QT1JUVU5JREFERSBQQVJBIEZBTEFSIE1BTCBETyBQU0RCDQpOw08gVkFJIEFQUk9WRUlUQVI/

Ler comentários
  1. Gilmar disse:

    U0UgTsNPIEZPU1NFIEVTU0EgVEFMIERFIEpVU1RJx0EgRklDQVZBIEbBQ0lMIERFIEFDQUJBUiBDT00gQSBDT1JSVVDHw08gTk8gQlJBU0lMLi4u

  2. Gilmar disse:

    U0UgTsNPIEZPU1NFIEVTU0EgVEFMIERFIEpVU1RJx0EsIEZJQ0FWQSBGwUNJTCBBQ0FCQVIgQ09NIEEgQ09SUlVQx8NPIE5PIEJSQVNJTCwgTUFJUyBFU1NBIFRBTCBERSBKVVNUScdBIE7DTyBERUlYQS4=