Justiça suspende decisão que poderia tornar petista inelegível

A Justiça Estadual paulista suspendeu liminarmente o decreto da Câmara Municipal de São Bernardo do Campo que deixaria Luiz Marinho inelegível neste ano, informa o Estadão.

A decisão foi da 1ª Vara da Fazenda Pública da cidade do ABC paulista.

Em 20 de junho, os vereadores de São Bernardo rejeitaram as contas da prefeitura em 2015, quando o prefeito era Marinho, hoje candidato ao governo do estado pelo PT.

O petista alegou não ter sido previamente informado do julgamento das contas, o que –segundo ele– cerceou seu direito a ampla defesa. O juiz José Carlos de França Carvalho Neto concordou.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 12 comentários
  1. Atenção todos os prefeitos que estão inelegiveis eis a saida, eu queria tanto ver esse judiciario fazendo uma coisa certa,mas eles não conseguem nem julgar processos,mas quando é pra aparecer ai sim

  2. Que roubou, roubou, e muito. A população de SBC está cansada de saber disso. Dinheiro das obras acabava quando atingia um terço das construções. A cidade virou um lixo e cabide de emprego de petebas.

  3. e pensar que o LOVE STORY, esta falindo , e sa justiça não tem como falir, esse páis ainda vai ser uma grande nação, pena que não posso dizer o nome do partido e de seus integrantes .

  4. Geraldo PCC ORCRIMin, Geraldo temer ORCRIMin, Geraldo Lula ORCRIMin, Geraldo Pulo Preto ORCRIMin, Geraldo Roubaoanel ORCRIMin, Geraldo Roubamerenda ORCRIMin, Geraldo Centrão da Corrupção ORCRIM

  5. O judicário corropto e irresponsável acabou e continua acabando com o país vide atitude do Mendes, pagamos para ser ludibriado, com juízecos acocando ladrão.