ACESSE

Justiça suspende transferência de funcionários de Itaipu

Telegram

A juíza do trabalho Christiane Bimbatti suspendeu a transferência de funcionários de Itaipu lotados no escritório de Curitiba para a sede da estatal, em Foz do Iguaçu.

A medida, determinada neste ano pelo general Luna e Silva, visava racionalizar a administração da usina, que fica a 650 quilômetros da capital paranaense.

O objetivo era concluir a mudança até o início do ano que vem, mas uma nova audiência só será feita em abril.

A juíza atendeu a um pedido de liminar do sindicato dos funcionários, que alegaram transtornos a 154 famílias que seriam transferidas.

Mencionou dificuldades dos empregados para conseguirem nova moradia, escola para filhos, emprego para cônjuges, por exemplo.

Se a estatal insistir, deverá pagar multa de R$ 5 mil por cada funcionário que for transferido.

Solto, Lula promete levar o Brasil para o passado; seus correligionários já falam em Lula-2022. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 78 comentários