Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Justiça torna 13 policiais réus por remoção de corpos em operação

Eles são acusados por reposicionar cadáveres com o objetivo de "induzir a erro o perito criminal"
Justiça torna 13 policiais réus por remoção de corpos em operação
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

A Justiça Militar do TJ-RJ aceitou nesta quinta-feira (10) a denúncia contra 13 agentes da Polícia Militar por fraude processual.

Eles participaram de uma operação no morro do Fallet que deixou ao menos 13 mortos, em fevereiro de 2019, e são acusados pelo MP de terem removido nove cadáveres do local com o objetivo de induzir a erro o perito criminal.

Na época, a operação foi alvo de denúncias de mutilação e do assassinato de pessoas já rendidas.

Responderão pelos crims os policiais militares Geilson Henrique Anastácio da Silva, Rafael da Silva Gomes, Carlos Thiago Arruda, Erick Macedo da Silva, Adailton Saturno da Silva, Bruno Rodrigues de Souza, Wallace da Costa Borges, Thiago Rodrigues de Souza, Pedro Igor Martins Schnaider, Fabricio da Fonseca Lemos, Dannilo dos Santos Rodrigues, Douglas Luís Pereira e Diogo de Araujo Alves.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO