Justiça veta 'livemício' de Manuela D'Ávila com Caetano Veloso

Justiça veta livemício de Manuela DÁvila com Caetano Veloso
O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) confirma a candidatura de Manuela d'Ávila à Presidência da República, em convenção realizada em Brasília.

A Justiça Eleitoral determinou neste sábado a suspensão da divulgação de um show de Caetano Veloso em apoio a Manuela D’Ávila, candidata à prefeitura de Porto Alegre.

O juiz Leandro Figueira Martins, da 161ª Zona Eleitoral, acolheu um pedido do também candidato Gustavo Paim, do PP.

“Estampado, portanto, que o evento planejado não se apresenta com característica vinculada exclusivamente ao entretenimento, com completa ausência de relação com o atual período eleitoral. Pelo contrário. Os atos de divulgação associam a apresentação do renomado cantor a evento planejado e que tem evidente relação com a campanha eleitoral da candidata Manuela, revelando-se aberto o comando do artigo 39 7º, da Lei n. 9.504/97, na medida em que veda a participação de artistas em ‘showmício’ ou ‘evento assemelhado’, desimportando a existência, ou não, de remuneração”, disse o juiz em sua decisão.

O show virtual de Caetano Veloso está marcado para 7 de novembro e tem o objetivo de destinar os recursos da venda de ingressos para as campanhas de Manuela e de Guilherme Boulos.

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 32 comentários
TOPO