Justificativa de Doria sobre gastos com vacina não convence tribunal

Justificativa de Doria sobre gastos com vacina não convence tribunal
Foto: Reprodução/redes sociais

O governo de João Doria não revelou ao Tribunal de Contas de São Paulo os custos da compra de 6 milhões de doses da Coronavac e da matéria-prima para produzir outras 40 milhões de doses no estado, diz a Crusoé.

Em resposta ao tribunal, a Secretaria da Saúde e o Instituto Butantan afirmaram que não era possível revelar os gastos à corte porque os pagamentos das vacinas são feitos pela Fundação Butantan, que é uma entidade privada.

O argumento não convenceu o conselheiro Dimas Ramalho, relator das contas anuais do governador no TCE.

Leia aqui a íntegra da nota.

Leia mais: Crusoé traz os bastidores da disputa de João Doria e Luciano Huck para a eleição de 2022
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO