Justificativa do youtuber que ameaçou Bolsonaro: amor à humanidade

Em entrevista ao Estadão, o youtuber Vinícius Guerreiro, que disse que Jair Bolsonaro e família tinham de ser assassinados, em vídeo postado na internet, afirmou que está com medo e arrependido. E tentou justificar-se:

“Eu andava muito indignado, ainda ando. Alguns problemas ocorreram na minha vida pessoal de duas semanas para cá. Naquele dia, 30 de julho, era uma terça feira, eu tinha acabado de fazer um trabalho de base numa comunidade, um trabalho voluntário, e ali eu vi muita pobreza. Foi na comunidade Anchieta no Grajaú, são favelas de madeirite, não tem quase alvenaria lá. Eu vi esgoto a céu aberto, as crianças, muita coisa ruim, muita coisa pesada mesmo de se ver. Eu passei lá desde o fim da manhã até quase a noite. Aí voltei para casa com fotos, registros do local. A gente ia fazer uma grande ação com pessoal que consegui organizar para ajudar a comunidade com cursos, uma série de coisas, edificação e também agricultura urbana, horta comunitária. Eu estava muito imbuído de fazer isso. Foi quando liguei o computador. Eu estava bem cansado, pensei, vou fazer o vídeo antes de dormir, aí eu vi alguns comentários e li a matéria sobre o Bolsonaro, o presidente falando em relação ao Santa Cruz, assim, fazendo piada da morte do pai dele, dizendo que explicaria o desaparecimento. Aquilo me deixou muito indignado. Eu já estava meio cansado, quando eu me deparei com a pobreza e ouvi essa fala do presidente, fiquei muito indignado. Todo dia é uma fala nesse sentido, o presidente ofendendo alguém, ofendendo a memória de alguém, ofendendo a história, eu realmente perdi a linha. Ali acabou prá mim. Foi um acesso, um arroubo, eu cometi muito exagero ali.”

Vale tudo em nome do amor à humanidade.

O ATAQUE DO HACKER AO JORNALISMO INDEPENDENTE. Leia aqui

Comentários

  • Marcus -

    esse terroristga era para já está preso la mesmo na policia federal perto do idolo dele, o presidiário lula da silva.

  • José -

    Estou quase acreditando, sem não antes ficar com dó do moço. Vamos falar de estatística meu caro: quantas vezes você já viu isso nos 5 últimos anos?

  • Amadeu -

    Mais ou menos como o Gleen. Depois se ferra e vai reclamar por PT.

Ler 324 comentários