Kajuru diz que Bolsonaro se recusou a receber presidente da Pfizer

Kajuru diz que Bolsonaro se recusou a receber presidente da Pfizer
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Jorge Kajuru afirmou à CNN Brasil que Jair Bolsonaro teria, em 2020, deixado o presidente da farmacêutica americana Pfizer esperando por dez horas para uma reunião que não teria acontecido.

“O presidente da Pfizer veio ao Brasil no ano passado para oferecer vacina ao presidente Bolsonaro. Ele chegou no Palácio [do Planalto] às 8 horas da manhã. Às 18 horas —olha o tempo que ele ficou lá, o chá que ele levou—, disseram a ele que o presidente não poderia atendê-lo”, disse Kajuru.

“Isso é gravíssimo, certo? E há provas sobre isso. Tem um ex-ministro que conta essa situação, ele fala sobre isso, ele viu, um ex-ministro da Saúde que, na hora certa, todo mundo saberá”, acrescentou o senador, sem citar nomes.

A Pfizer —que já disse ter oferecido 70 milhões de doses de vacina contra a Covid ao governo brasileiro, oferta que teria sido ignorada— afirmou à CNN que o relato de Kajuru não procede. O Planalto não se pronunciou sobre o assunto.

Leia mais: As notas exclusivas da Crusoé são fonte de informação indispensável para entender o que ocorre na capital federal e adjacências.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO