Kakay diz que se recusou a defender Bolsonaro

O notório Kakay, em entrevista ao Estadão, disse que se recusou a advogar para Jair Bolsonaro:

“Eu não advogo para quem eu não possa ter uma boa relação pessoal também. Mas esse é um critério meu.

Por exemplo, o Bolsonaro me chamou para advogar pra ele. Mas eu disse educadamente que não me sentia à vontade em advogar pra ele. Era sobre o caso com a deputada Maria do Rosário. Eu tenho o direito de ter esse critério.

O futuro do Brasil: venha discutir com DIOGO MAINARDI, MARIO SABINO, CLAUDIO DANTAS e convidados. AQUI

Quem me apresentou a ele foi um senador que sofre vários processos criminais, de quem sou advogado até hoje.

Todo mundo tem direito à defesa. Bolsonaro hoje tem um grande advogado cujo trabalho eu admiro. Mas eu não quis aceitar.”

Se isso é verdade, Jair Bolsonaro deu sorte.

 

Comentários

  • Mauricio -

    Não aceitou porque percebeu que Bolsonaro, por ser honesto, não teria cacife para pagar o "extra" que os bandidos pagam ao famoso Causídico...Sabe né como é?

  • elisabeth -

    Ele só advoga para bandidos da pior espécie, e de quem ele tira altos valores as custas do povo realmente que trabalha, ladrão que advoga para ladrão o que é?

  • Antonio -

    Nós sabemos prá quem ele gosta de advogar: Lulalá e cia.

Ler 228 comentários