Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Kalil diz que não deve ficar com Bolsonaro, nem 'pular no colo' de Lula

O prefeito de Belo Horizonte reconheceu as dificuldades para a formação de uma terceira via em 2022
Kalil diz que não deve ficar com Bolsonaro, nem pular no colo de Lula
Foto: Rodrigo Clemente/PBH

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, disse nesta terça-feira (15) que tende a não apoiar o presidente Jair Bolsonaro em 2022. Apesar disso, ele reconheceu as dificuldades para a formação de uma terceira via.

Em entrevista a O Globo, Kalil afirmou que deve fazer oposição ao presidente, mas sem “pular no colo” de Lula.

“O voto é secreto, mas eu tenho uma tendência de centro. Não aceito carimbo, não quero por uma estrela no peito. Quero me posicionar na hora certa. Eu tenho uma tendência a não ficar com o Bolsonaro? Tenho, claro, até pelo meu jeito de governar. Agora, que eu vou pular no outro colo vai uma distância colossal.”

O prefeito aproveitou para criticar Sergio Moro. Segundo ele, o ex-juiz da Lava Jato cuspiu na cara do povo brasileiro ao aceitar ser ministro de Jair Bolsonaro.

“É, é, eu tenho secretários filiados ao PT, como tenho secretários filiados ao PSDB. Agora, o que ficou claríssimo pra todo mundo, como eu sempre disse que era e hoje está provado, no dia que o juiz (Sergio Moro) foi ser ministro, aquilo foi uma cusparada na cara do povo brasileiro. Foi indefensável.”

Kalil disse que “não descarta” uma candidatura ao governo de Minas Gerais. Mas, segundo ele, não é o momento para fazer campanha.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO