Kátia reclama de “complô” de PT e Temer contra Ciro

Vice de Ciro Gomes, Kátia Abreu voltou a reclamar hoje do que chamou de “complô” organizado pelo PT e por Michel Temer para impedir que partidos do Centrão e da esquerda se aliassem ao pedetista, registra o Estadão.

“O ideal seria termos ao menos um minuto de TV. Mas foi feito um complô contra o Ciro para esvaziar seu tempo de TV, porque todo mundo sabe que Ciro é imbatível no segundo turno. PT de um lado e Temer, com o PSDB, do outro. Porque ninguém duvida, no Brasil, que Geraldo Alckmin é apoiado por Temer.”

Katia reiterou sua crença de que Ciro herdará a maior parte dos votos de Lula.

“Acredito que a maior parte dos eleitores de Lula vai votar no Ciro pelo seu conhecimento, por suas propostas e pelo fato de que ele já foi candidato duas vezes.”

A candidatura moribunda de Ciro Gomes

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 15 comentários
  1. Será muito pouco. Ciro, o lambe-botas do Lula. Quem vota nesse lacaio? … “Vou sequestrar o Lulinha lindo e levar pra uma embaixada. Ou pra minha caminha”.. KKKKKK

  2. Goooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooolpe!

  3. Para abafar Ciro não precisa de complô, ele tropeça e cai pela própria ignorância. Se assim fosse o “bloco do complô” teria derrubado Bolsoaro que não estaria em 1º lugar nas pesquisas. A ORCRIM treme

  4. Pura ENCENAÇÃO querem as manchetes, Lula sempre foi sócio de Temer e ficaram juntos durante 14 anos, que PARCERIA hein???? Foi com o PMDB que Lula ganhou as ELEIÇÕES, a diferença é que Lula gostou!!!

  5. Querida,só vc não sabe q o PT seita,trai seus companheiros, rouba o povo brasileiro,tem projeto de poder eterno,financia ditaduras,cadê eles gritando Vacari livre,Palocci livre,vigília só para o líder

  6. Kátia Abreu, não era ministra petista da Dilma, amigona dela, defendeu-a no processo e impeachment. Agora acha que o PT faz “complô”. Que novidade não é mesmo? Coitada da Kátia custará entender!