Kirchnerismo e petismo

Marcos Peña é o braço direito de Mauricio Macri. Em entrevista ao Estadão, falou sobre a situação de deplorável que encontrou na Casa Rosada. Parecia falardo governo Dilma.

Leiam o que Peña disse ao Estadão:

“O kirchnerismo concebeu o governo como um grande ato de comunicação, mas sem qualquer realidade por trás disso. A sensação ao se entrar na Casa Rosada é de que não se trabalhava aqui. Ela era uma metáfora de um governo sem coordenação ministerial, que praticamente não recebia ninguém a não ser para aplaudir nos atos da presidente.”

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200