Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Kit Covid" era entregue a pacientes, e médicos não tinham autonomia, diz advogada

Além disso, ela declarou que o plano de saúde fornecia uma receita médica pré-elaborada com a prescrição de oito medicamentos sem eficácia
“Kit Covid” era entregue a pacientes, e médicos não tinham autonomia, diz advogada
Reprodução/TV Senado

A advogada Bruna Morato, responsável por ajudar a elaborar um dossiê sobre a Prevent Senior, disse há pouco à CPI da Covid que os médicos do plano de saúde não tinham autonomia e que os pacientes recebiam um “kit-Covid” com oito medicamentos para tratamento do novo coronavírus.

Além disso, ela declarou que os médicos sequer tinham a autonomia para retirar algum medicamento do kit.

Os médicos não tinham autonomia. Quando trouxemos mensagens de 2014, 2015, 2016 e 2017 eu queria esclarecer é que essa sempre foi a ideologia da empresa. Ideologia de obediência. E onde existe uma ideologia de obediência, não há autonomia. O kit vinha em um pacote fechado. Inclusive, é muito importante observar que, quando o médico queria retirar algum [medicamento] do kit, o médico não podia riscar. A receita já estava pronta. Eu desconheço outra instituição médica que tenha feito esse tipo de prática”, disse a advogada.

Mais notícias
TOPO