Laranja da Laranja

Aproveitando a aprovação de Janot na CCJ, o Antagonista reforça aqui a cobrança por uma investigação urgente sobre as contas de Dilma Rousseff. O Globo encontrou Ângela Maria do Nascimento, que consta como beneficiária de R$ 1,6 milhão da campanha da petista.

Ângela é doméstica, vive de aluguel na periferia de Sorocaba, nunca foi empresária e sua participação política se restringe à montagem de cavaletes de madeira com a cara-de-pau de Dilma e outros petistas idôneos como Lindbergh Farias, Cândido Vaccarezza, Devanir Ribeiro, entre outros. Pela tarefa, ganhou R$ 2 mil por mês.

Uma informação importante da reportagem: “Ângela trabalha há mais de 20 anos para a família de Juliana Cecília Dini Morello. Junto com o marido, Juliana é dona da empresa Embalac Indústria e Comércio Ltda., que recebeu cerca de R$ 330 mil de políticos no ano passado para fazer material de campanha.”

Ângela disse ao Globo que a patroa recomendou que ela abrisse uma empresa para também trabalhar na campanha e aumentar seus rendimentos. O TSE suspeita que Juliana fez isso, na verdade, para dividir clientes com a empresa que seria criada por Ângela e, assim, pagar menos impostos.

A doméstica foi colocada de laranja da dona da Embalac, outra empresa com cara de fachada para desvios do PT

Faça o primeiro comentário