Laranjal feminino do PSL

O PSL de Pernambuco repassou 400 mil reais da cota feminina do fundo eleitoral a uma secretária do partido que recebeu 274 votos.

A Folha de S. Paulo descobriu que o dinheiro só foi pago em 3 de outubro – a campanha foi encerrada oficialmente no dia seguinte. A reportagem descobriu também que ela repassou 380 mil reais a uma gráfica fantasma.

Luciano Bivar explicou à repórter que a campanha da candidata não tinha importância, e sim a campanha do partido:

“É, tem o preenchimento de cotas, tem uma série de coisas. Tem que ir com vocação, pessoas que têm vocação. Tá certo? Veja bem, menina linda, eu quero que você filtre bem o que eu estou falando pra você. O partido precisa divulgar o nome dele. E tem aquela cota que é obrigado por lei. Então, tanto faz o nome dela, Maria de Lourdes no caso, né? Tanto faz se vai o nome dela ou o nome do PSL. Não é uma divulgação? O importante é você me dizer, essa gráfica existe ou não existe?”

Luciano Bivar enrolou-se completamente dizendo que é contrário à cota feminina. Isso não é desculpa para cometer ilegalidades.

CPI da UNE. Será que dessa vez vai para a frente? Veja aqui!

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 60 comentários
  1. É isso que a política de cotas causa na política. CONFUSÃO. Agora, sobre o Jair Bolsonaro, só a ida dele ao partido causou a ida de muitas mulheres, como Joice, Janaína, Daiane Pimentel.

  2. Podiam publicar a nota fiscal emitida? Quem são os envolvidos? Algum conhece o Flávio? Pernambuco? Com certeza, tem muito picareta pegando carona no B17… ao poucos o laranjal vai sendo podado…

  3. O correto é o fim desta cota. Isso é nosso dinheiro sendo usado para a campaha deles!!!! Se querem se eleger paguem do seus bolso! O cidadao comum rala para conseguir uma carreira,sem cotas de gover

    1. Pois é. Existem tantas mulheres quanto homens no Brasil, segundo os sensos, não? Então se as mulheres não se candidatam, é por falta de interesse.

    1. Falta muito ainda… tem q surgir Pasadena, Petrolão, Mensalão, Mariel, Toffi… os caras foram criativos. Difícil superar.

    1. B17 precisava de um partido… eu queria MUITO que o Barroso voltasse a discutir um recurso de candidato à prefeito do Rio que questionava a necessidade de partido para se candidatar. Seria o fim par

    1. Tipo, a cada 7 homens, tem que ter 3 mulheres. Obrigatoriamente. O critério deveria ser sempre o do alinhamento programático, ideológico, religioso, filosófico, cultural, etc.

    2. As cotas é que dão margem a esse tipo de situação. Os partidos são obrigados a colocar candidatas mulheres, e às vezes retirar candidaturas de homens, pra ficar proporcional. Tipo 7 para 3.

    1. Tudo por causa do movimento conservador que tem Jair Bolsonaro como braço político, e Olavo de Carvalho como braço filosófico.

    2. Não tem nada de machismo. O partido, quer queira quer não, elegeu as mulheres mais votadas da eleição, e da história do país, nos seus estados, e a nível Brasil.

    1. Prag, estive recentemente com dois amigos escandinavos. Os dois se queixavam com o nível alarmante de corrupção na suécia. O filme Die Vermessung der Welt mostra a corrupção na Alemanha no sec19

    2. Aí se o Rei for corrupto, não serão 4 anos de tormento, mas a vida inteira. O jeito é importar políticos da Suécia p/ tomar conta do nosso país.

  4. Mas leis ridículas como essa das cotas acabam forçando as pessoas a cometer ilegalidades. Aí vem o papel da imprensa se vai transformar um simples avanço de sinal vermelho num crime de lesa pátri

    1. E os laranjas da empiri cus continuam a repercutir as campanhas golpistas da foice de da globolixo. Qquer coisa q venha destes 2 mesmo sendo verdade traz consigo a marca da parcialidade e perseguiçã

    2. A Folha, continua no movimento para sabotar o Governo, atacando o partido do Presidente. Que busque a prestação de contas do PT na campanha 2018 para a Presidência.

    1. Troll Renan, acuse pessoas, não o partido. Pois apontando o dedo pro partido nacionalmente, é como apontar o dedo pra todos os integrantes que se filiaram por não terem alternativas.

    2. “Peraí que eu vou apontar o dedo pro lado e vou usar isso como justificativa pro meu erro” —- Emerson, vc não serve pra este país