Lava Jato cobra fiança de Vaccarezza

A força-tarefa da Lava Jato requereu ontem a Sergio Moro que mande Cândido Vaccarezza pagar a fiança de R$ 1,5 milhão “no prazo improrrogável” de cinco dias, “sob pena de cassação do benefício”, informa o Estadão.

O ex-líder dos governos Lula e Dilma na Câmara deixou a prisão em agosto de 2017, sem pagar a fiança –ele é investigado por supostas propinas de US$ 500 mil em contratos da Petrobras.

Também ontem, o ex-deputado petista, agora no Avante, requereu a Moro que não o mande para prisão domiciliar, não imponha o uso de tornozeleira eletrônica e cesse a cobrança da fiança.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 13 comentários
  1. O vagabundo não quer mais nada ?? Prende esse safado se não aparecer 1,5 milhões da noite para o dia. O acusado agora quer se eleger novamente o mais breve, para se juntar a turma q tenta se safar.