ACESSE

Lava Jato contra a democracia da propina

Telegram

A democracia da propina sofreu mais um baque: a Lava Jato pediu a Sergio Moro que condene João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, por corrupção passiva.

O processo, agora, é sobre os esquemas de desvios de contratos para o afretamento de navios sondas do grupo Jurong com a Petrobras, por intermédio da Sete Brasil — aquela invenção de Lula para roubar ainda mais dinheiro para a organização criminosa, segundo delatou Antonio  Palocci.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários