Lava Jato devasta a ORCRIM lulista

A prisão do cunhado de Marcelo Odebrecht, Maurício Ferro, agora é preventiva – sem prazo para acabar.

Muita gente ainda não entendeu, mas as duas últimas fases da Lava Jato, na quinta-feira e na sexta-feira, podem ser as mais devastadoras para a cúpula da ORCRIM lulista, porque se baseiam nos relatos de Antonio Palocci – o “pentito” – e envolvem todos os seus membros, como Jaques Wagner, Guido Mantega, José Eduardo Cardozo, Aloizio Mercadante, Edinho Silva, Fernando Pimentel, Dilma Rousseff e, claro, o chefão Lula.

Comentários

  • Silvando -

    Os procuradores duvidavam da efetividade da delação do Sr. Palocci, a PF com a expertise que lhe é peculiar aceitou, agora esta colhendo os frutos do trabalho, parabéns.

  • Jorge -

    Essa mensagem Lewan,não seria Lewando muita grana.

  • MarcosArq -

    Quando serão presos? Não vejo a hora do prefeito daqui ir em cana.

Ler 74 comentários