ACESSE

Lava Jato diz que Gilmar foi decisivo para arquivar investigação sobre Aloysio

Telegram

No pedido para afastar Gilmar Mendes da relatoria de investigação sobre Aloysio Nunes e Paulo Preto na Lava Jato, a força-tarefa lembra que o ministro deu um voto decisivo, no ano passado, para arquivar outro caso sobre o senador, por suposto recebimento de propina da Odebrecht.

“Investigações em curso em face de Aloysio Nunes Ferreira, foram, em sentido oposto ao de manifestações do Ministério Público Federal, arquivadas sem a conclusão de todas as diligências, com voto inicial e decisivo do E. Ministro Gilmar Mendes”, dizem os procuradores.

O inquérito foi arquivado em outubro de 2018 pela Segunda Turma. Gilmar Mendes recomendou a extinção da investigação por não ver indícios mínimos de autoria ou de materialidade. Foi seguido por Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski.

A reforma das reformas está em risco. LEIA AQUI

Comentários

  • Luiz -

    O trio de ferro agindo sempre pra livrar s cara de seus "friendd", e que se lixe as evidências e o povo...

  • Norberto -

    Tô achando que só cadeia é muito pouco !!!

  • Claudio -

    Hora de fechar o STF. Como está não pode ficar.. Fechastf.

Ler 66 comentários