Lava Jato é ponto fora da curva

Os procuradores da Lava Jato concluem da seguinte maneira o comentário sobre o duplo twist carpado executado por Dias Toffoli para soltar Paulo Bernardo:

“Essa decisão, infelizmente, mina a confiança da população na Justiça criminal, pois, não bastasse a própria regra não republicana do foro privilegiado, ainda demonstra o pouco apreço que se tem por aqueles que estão realmente próximos dos fatos, neste caso o juiz da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Paulo Bueno de Azevedo, bem como pelo regular processamento dos recursos pelas instâncias superiores.

Fiquemos atentos. A Operação Lava Jato continua sendo um ponto fora da curva”.

200