Lava Jato: Fachin arquiva investigação envolvendo presidente do TCU

Telegram

Edson Fachin determinou o arquivamento de investigação envolvendo o presidente do TCU, Raimundo Carreiro, no âmbito da Lava Jato, informa o Jota.

O ministro atendeu pedido da PGR, que não identificou elementos contra Carreiro em esquema de tráfico de influência delatado por Ricardo Pessoa, da UTC, envolvendo pagamento de propina com o propósito de influenciar o julgamento de processos referentes à Angra 3.

“O pronunciamento da titular da ação penal, diante do lastro empírico existente nos autos, é pela inexistência de justa causa à continuidade dos atos de persecução em desfavor do ministro Raimundo Carreiro. Nada obstante, ressalto que a determinação de arquivamento, atendida em razão da ausência de provas suficientes de prática delitiva, não impede a retomada das apurações caso futuramente surjam novas evidências”, escreveu Fachin, na decisão.

Comentários

  • José -

    Corporativismo é norma

  • Vitor -

    Nisso essa PGR é realmente craque: em não descobrir patavina de picas nenhuma. E o Fachin faz facim facim esse joguim.

  • Aarao -

    A PGR atual mais soltou e arquivou processos do que processou algum político! É incrível como ela e o STF estão tentando acabar com a Lava-Jato! Toda semana arquivam processos de criminosos!

Ler 25 comentários