Lava Jato para exportação

Revelamos há pouco que Eduardo Cunha mantém conversas com autoridades americanas para uma possível delação. Os americanos estão de olho em outros protagonistas enrolados.

Segundo a Época, desde o início da Lava Jato, o STF recebeu 39 cartas rogatórias da Justiça americana solicitando que sejam ouvidos como testemunhas réus como Nestor Cerveró e Jorge Zelada.

O objetivo é alimentar a ação coletiva contra a Petrobras nos EUA.

Faça o primeiro comentário