Lava Jato tem de ouvir Marcos Valério

De todas as denúncias contra o PT, a mais horrenda é a que envolve Lula, José Dirceu e Gilberto Carvalho no pagamento de 6 milhões de reais para acobertar o assassinato de Celso Daniel.

Como O Antagonista mostrou ontem à noite, a Lava Jato encontrou o caminho para esclarecer o episódio.

A Receita Federal quebrou o sigilo das empresas de Ronan Maria Pinto – o empresário acusado por Marcos Valério de ter feito chantagem contra os caciques petistas – e encontrou indícios de que parte do empréstimo de 12 milhões reais obtido por José Carlos Bumlai no Banco Schahin foi “direcionada a Ronan Maria Pinto para aquisição de ações da empresa Diário do Grande ABC”.

A Lava Jato tem de tomar um novo depoimento de Marcos Valério. Antes que ele seja assassinado como Celso Daniel.

Faça o primeiro comentário