Lava Jato: "Tentativa leviana de vincular vazamento a procuradores é esforço para atacar a operação e desviar o foco"

A força-tarefa da Lava Jato em Curitiba acaba de divulgar uma nota em que rebate energicamente a tentativa de vincular supostos vazamentos a procuradores que atuam na operação.

O texto informa que os procuradores só acessaram os autos em que foi juntado o documento de que trata a reportagem da Crusoé após a publicação da notícia, conforme consta no sistema da 13ª Vara Federal Criminal.

Imagem: Reprodução

“Portanto, a tentativa leviana de vincular o vazamento a procuradores é apenas mais um esforço para atacar a credibilidade da força-tarefa e da operação, assim como de desviar o foco do conteúdo dos fatos noticiados”, diz a nota.

E mais:

“Diante do fato de que o documento foi produzido por particular e que a ele potencialmente tiveram acesso várias pessoas, a acusação – infundada, como provado – ignora a participação de outros atores no inquérito. Nesse contexto, a acusação direcionada aos procuradores levanta suspeita sobre a isenção de quem a realiza e sobre a real intenção de quem os persegue.”

Comentários

  • Marcos -

    A suspeita é absolutamente possível. O fato de ter acesso formal ao processo após a publicação não os isenta da dúvida. A sanha vazadora do MP é um fato. Se o Antagonista tivesse caráter diri

  • WILSON -

    Coincidência ou não, esse é o método de agir utilizado por esquerdopatas. Acusar outros incessantemente até que alguém acredite na afirmação falaciosa. Já deu Toffoli.

  • Hermes -

    Acabou a censura sobre a reportagem da "Crusoé" e do "O Antagonista" e, na mesma data, também acabou a censura sobre a entrevista de Lula à FSP e ao jornal El Paíssua, e sua divulgação ... k

Ler 154 comentários