Lei de Abuso de Autoridade leva promotor a arquivar denúncia anônima

Telegram

Nem entrou em vigor, a Lei de Abuso de Autoridade já começou a neutralizar a atividade do MP. Ontem, o promotor Alex Sandro Teixeira da Cruz deixou de abrir uma investigação sobre um caso de importunação sexual em Criciúma (SC).

A suspeita chegou a ele por meio de uma denúncia anônima, mas somente com um relato sobre a suposta autoria e sem dados concretos sobre a vítima e as circunstâncias do fato.

Ele arquivou a notícia crime, citando o artigo 27 da nova lei, que pune com 6 meses a 2 anos detenção, mais multa, a autoridade que “instaurar procedimento investigatório de infração penal ou administrativa, em desfavor de alguém, à falta de qualquer indício da prática de crime”.

Hackers e outros que se aproveitam das mensagens roubadas da Lava Jato se escoram nas versões construídas nas sombras, mas não podem escapar dos fatos trazidos à luz. SAIBA MAIS AQUI

Trata-se de um trecho da lei aprovada pelo Congresso que sequer havia sido vetado por Jair Bolsonaro. A norma só entra em vigor em janeiro, mas o promotor disse a O Antagonista que já está se adaptando à nova realidade.

“O período de vacatio legis, que existe entre a publicação e entrada em vigência, é o período que serve para as adaptações necessárias. Se é período de adaptação, nada impede que vá me adaptando desde agora. Quero que todo o Brasil reflita sobre as consequências dessa lei. Esse é um pequeno caso, mais simbólico aqui do interior, mas isso vai acabar repercutindo em criminalidade maior. De forma geral, o MP e as instituições vão acabar ficando inibidas de investigar.”

O fim das denúncias anônimas foi antecipado por O Antagonista logo após a aprovação do texto pela Câmara.

O fim do Disque Denúncia

Comentários

  • Luis -

    Mudam as moscas... a escatologia é sempre a mesma!

  • Alexandre -

    Parabéns a todos que votaram em senadores e deputados do centrão. Parabéns ao Maranhão por nos trazer Renan Alcolumbre, parabéns a Alagoas por nos dar mais uma vez CANALHAeiros, parabéns a todos

  • Idgar -

    Nós brasileiros não temos moral alguma para falarmos de regimes como o da Arábia Saudita. Todos os cretinos que trabalharam pela aprovação da Lei do Abuso de Autoridade são gente do século XVIII...

Ler 128 comentários