Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Leia a íntegra da decisão de Moraes que mandou prender Allan dos Santos

O objetivo é que o blogueiro seja capturado nos Estados Unidos e entregue ao Brasil; contas bancárias também estão bloqueadas
Leia a íntegra da decisão de Moraes que mandou prender Allan dos Santos
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Leia a decisão do ministro Alexandre de Moraes (foto) que determinou a prisão preventiva do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, com a inclusão de seu nome na ‘difusão vermelha’ da Interpol, a lista internacional de procurados. A ordem do ministro foi tomada há 15 dias.

O ministro diz que, nos EUA, Allan dos Santos se vinculou a pessoas envolvidas no ataque ao Capitólio em janeiro. 

Reprodução
O objetivo é que o blogueiro seja capturado e entregue ao Brasil. O ministro do Supremo também pediu ao Ministério da Justiça que, assim que ele for detido, inicie imediatamente o processo de extradição. Allan dos Santos está nos Estados Unidos, com visto de turista vencido desde fevereiro.

Moraes determinou o bloqueio das contas bancárias de Allan dos Santos, assim como a suspensão de seus perfis nas redes sociais e a desmonetização de canais. 

A pedido da Polícia Federal, Moraes autorizou ainda a quebra dos sigilo bancário, fiscal, telefônico e telemático do blogueiro bolsonarista, desde janeiro de 2020. Em relatório, a PF disse ao Supremo que “aparentemente, o objeto econômico do grupo (de Allan) é obter financiamento com verbas públicas para a propagação de ideias antidemocráticas e contra o regime democrático brasileiro e o Estado de Direito”.

Reprodução
A subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo concordou com o afastamento dos sigilos sobre os repasses que são feitos ao canal Terça Livre, durante a realização de lives no YouTube.

Clique aqui para ler a íntegra da decisão de Moraes.

Mais notícias
TOPO