Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Leia a íntegra do discurso de Doria após vencer as prévias do PSDB

Governador de SP atacou Lula, Dilma e Jair Bolsonaro; falou de corrupção, desastre econômico e pandemia
Leia a íntegra do discurso de Doria após vencer as prévias do PSDB
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Vencedor das prévias do PSDB, João Doria já deu o tom da campanha em seu primeiro discurso, com ênfase na economia e crítica direta aos governos de Lula, Dilma e Jair Bolsonaro. O governador de São Paulo também lembrou os mais de 600 mil mortos da Covid e chamou o presidente de “genocida”.

“Jair Bolsonaro vendeu um sonho e entregou um pesadelo. O nosso Brasil se transformou em desunião, conflito, arrogância política, violência contra imprensa. Ciclo vicioso e danoso à vida do país. Ficamos presos numa armadilha. Um círculo vicioso. O desemprego tomou conta do país. O Brasil não cresce, a inflação aumenta, a fome atinge 30 milhões de brasileiros, a renda diminuiu e as reformas não avançaram. O tempo da corrupção, da incompetência, do negacionismo, da irresponsabilidade fiscal, da regulação da mídia e dos ataques às instituições democráticas precisa ficar para trás”, disse.

Na mesma linha do discurso de filiação de Sergio Moro no Podemos semanas atrás, Doria afirmou também que os governos Lula e Dilma representaram a “captura do Estado” no maior esquema de corrupção da história.

“A moralidade convertida em roubalheira. Eu não esqueço isso. Lula, se prepare nos debates, que vou cobrar de você. Vou cobrar de você, Lula, que roubou dinheiro público. Você não terá em mim alguém complacente. Fazer políticas públicas para os mais pobres não dá o direito de roubar o dinheiro público. A péssima gestão da economia com Dilma nos levou a dois anos de recessão.”

E ainda: “Tornar o Brasil competitivo na esfera internacional, abrir a economia e atrair investimentos estrangeiros. O Brasil moderno e eficiente será também o Brasil do diálogo. A transformação só é possível por meio da boa política. E dos 3 Poderes, no ajuste fino de pesos e contrapesos, respeitando as instituições e, acima de tudo, a transparência e a democracia”, afirmou.

Clique aqui para ler a íntegra do discurso.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....