ACESSE

"Lembra os tempos em que queimavam livros", diz Moro após cancelamento de palestra

Telegram

Um dia depois de ter sua palestra cancelada na Argentina, Sergio Moro disse ao La Nación que “houve um misto de intolerância e de pressão política” para que sua participação não fosse realizada.

O evento seria promovido pelo Centro de Estudos sobre Transparência e Luta Contra a Corrupção, da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires (UBA).

“Esse tipo de situação de impedir palestras me fez lembrar dos tempos em que queimavam livros”, afirmou.

“Não me parece a postura mais apropriada do ponto de vista da tolerância.”

Logo após a divulgação do evento, dirigentes kirchneristas assinaram uma carta em repúdio à participação de Moro.

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA

Comentários

  • Andre -

    #MOROpresidente2022 #MOROpresidente2022 #MOROpresidente2022 #MOROpresidente2022 #MOROpresidente2022 #MOROpresidente2022 #MOROpresidente2022

  • JOSE -

    Exato. Está a anos luz da presidência.

  • Alberto -

    Cada um dá o que tem. Os hermanos preferem uma palestra da Dilma. Um pensamento único emburrece as pessoas.Talvez, assim o constrangimento do ex juiz seja menor, do que uma má acolhida

Ler 163 comentários