Léo Pinheiro é condenado em segunda instância

A oitava turma do TRF-4 confirmou a condenação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e elevou sua pena em sete anos (alcançando 23 anos de prisão) por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Léo, que teve sua delação rasgada por Rodrigo Janot, é o primeiro grande executivo envolvido no petrolão a ser condenado em segunda instância.

Faça o primeiro comentário