Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Léo Pinheiro escreve carta recuando em acusações contra Lula

No texto, Pinheiro diz que nunca autorizou ou teve conhecimento de pagamentos de propina às autoridades citadas no caso
Léo Pinheiro escreve carta recuando em acusações contra Lula
Foto: Paulo Lisboa/Brazil Photo Press/Folhapress

Léo Pinheiro escreveu uma carta de próprio punho retirando acusações que fez contra Lula em sua delação premiada firmada com a Lava-Jato. Segundo o Globo, o texto foi usado pela defesa do ex-presidiário para arquivar a investigação que apurava corrupção e suspeita de tráfico de influência junto ao governo da Costa Rica.

Na carta escrita em maio e anexada ao processo em junho, Pinheiro disse que nunca autorizou ou teve conhecimento de pagamentos de propina às autoridades citadas no caso. Também disse que não houve menção sobre vantagens indevidas durante o encontro ocorrido na Costa Rica.

“A empresa OAS não obteve nenhuma vantagem, pois inclusive não foi beneficiada por empréstimos do BCIE – Banco Centro Americano de Integração Econômica. Não sabendo informar se houve efetividade da solicitação do Presidente do BCIE, senhor Nick Rischbieth Alöe junto ao senhor Ex. Presidente Lula e demais autoridades citadas.”

Reprodução/Leo Pinheiro
Reprodução/Leo Pinheiro
Em sua delação, o ex-presidente da OAS disse que pediu a Lula uma audiência com Nick Rischbieth, para aumentar a participação do Brasil na estrutura societária do BCIE e “credenciar a OAS a realizar parceria com tal Banco”.

“Segundo pessoas ligadas a Pinheiro, o ex-presidente da OAS pretende fazer outras cartas voltando atrás em trechos de seu acordo envolvendo Lula. Foi com base na delação premiada do empreiteiro que o ex-presidente foi condenado no caso do triplex, hoje anulado pela Justiça”, diz o jornal.

Que beleza.

Mais notícias
TOPO