Levy não sabe de nada

A entrevista de Joaquim Levy ao Jornal da Globo não acrescentou nada ao noticiário, mas ajudou a consolidar sua imagem de bobalhão. A cada questionamento de William Waack e Christiane Pelajo, o ministro respondeu com evasivas e slogans.

As frases de Levy-bobalhão:

“O (rebaixamento) da nota do Brasil é apenas uma avaliação”.

“Nós queremos o equilíbrio fiscal, queremos atingir a meta para trazer tranquilidade para a economia brasileira”.

“A baixa popularidade é uma possibilidade para se aumentar ela”

“A balança comercial, de não sei quantos anos, voltou a ficar positiva”

“(A Lava Lato) é uma coisa bacana do Brasil”

“A consequência política é olhar para nós mesmos e perguntar o que a gente quer. Acho que dessa vez a gente vai superar o desafio e o Brasil vai voltar para onde sempre esteve, entre os melhores, sempre!”