ACESSE

Lewandowski instiga desobediência contra STF

Telegram

O Conjur noticia que Ricardo Lewandowski cassou a ordem de prisão, expedida pelo Tribunal de Justiça de Porto Alegre, contra um traficante violento condenado em segunda instância.

“Nossa Constituição não é uma mera folha de papel, que pode ser rasgada sempre que contrarie as forças políticas do momento”, escreveu Lewandowski, que rasgou a Constituição quando manteve os direitos políticos de Dilma Rousseff.

É mais um exemplo da baderna institucional que o país vive.

O STF instiga desobediência contra as próprias decisões – inclusive sob o regime de repercussão geral, caso da prisão de condenados em segunda instância.

“Nem nas mais abertas ditaduras, o Supremo se permitiu degradar por dentro, como agora”, disse um jurista a este site.

Comentários

  • GILMAR -

    ESTE LEWANDOWSKI É UM BRAÇO DO CRIME DENTRO DO STF, OU MELHOR MAIS UM. NOSSO STF É UMA VERGONHA ESTES MEMBROS DO SUPREMO. HOJE TEMOS PELO MENOS UNS 6 MEMBROS DAS QUADRILHAS CRIMINOSAS DESTE PAÍS. MEU DEUS, NÃO SERIA UM CASO DE INTERVENÇÃO NESTE TRIBUNAL. NINGUÉM RESPEITA A LEI, RASGAM A CONSTITUIÇÃO, COSPEM NELA, PISOTEIAM E NINGUÉM FAZ NADA. E OS OUTROS MEMBROS SE OMITEM, SE ESCONDEM E NADA FAZ. ELES NÃO PODEM DESRESPEITAR A LEI E NADA ACONTECER. COLOCAM CRIMINOSOS NA RUA, LIBERTAM BANDIDOS FAZEM O DIABO E NINGUÉM FAZ NADA. SERÁ QUE A SOLUÇÃO É DINAMITAR ESTE TRIBUNAL. NÃO É POSSÍVEL!

  • Angela -

    O indicado STF saindo contra a concursada República de Porto Alegre para defender um traficante violento!?!?!?!?! Estão perdendo o "juízo".

  • WandeC -

    Falam do regime militar, mas depois de sucessivos governos civis o Brasil regrediu em muitos aspectos. Houve degradação ética e moral e a corrupção e a criminalidade dominaram o país. Querem dar aos maus elementos os mesmos direitos e garantias constitucionais que se dão as pessoas de bem. Isso é bem típico de quem está sintonizado com a esquerda. Bandido tem que ter alguns direitos e algumas garantias suprimidas.

Ler 178 comentários