Lewandowski contra os "moralistas"

Telegram

Os petistas costumam comparar Sergio Moro a Savonarola ou a Robespierre.

Ricardo Lewandowski, na Folha de S. Paulo, citou os dois personagens em seu libelo contra os “moralistas”.

Leia aqui:

“A crônica da humanidade é pródiga em desvelar o trágico fim de moralistas que empolgaram o poder e exercitaram aquilo que consideravam direito a seu talante. Basta lembrar a funesta saga do monge Girolamo Savonarola (1452-1498), o qual, com pregações apocalípticas, extinguiu o virtuoso capítulo do Renascimento florentino. Acabou seus dias ardendo numa fogueira.

Ou a do deputado jacobino Maximilien de Robespierre (1758-1794) que, durante a libertária Revolução Francesa, mandou executar arbitrariamente centenas de opositores reais ou imaginários. Terminou guilhotinado, abrindo caminho para Napoleão Bonaparte (1769-1821).

Quer tenham sobrevivido por mais tempo ou deixado a vida precocemente, os moralistas jamais foram absolvidos pela posteridade.”

Comentários

  • Maria -

    Além de não ter nenhuma moral em seus jugamentos sempre políticos e nada jurídicos, parece que o ministro também desconhece os fatos históricos como desconhece a Constituição Brasileira.

  • VAQUEIRODOASFALTO -

    Já sei, você, seu PTRALHA, quer salvar o LADRAO LULLARAPIO

  • Paulo -

    Falou aquele que RASGOU A CONSTITUIÇÃO para salvar a PTralha... Tem mesmo muita moral esse juizeco!! NUNCA será um SERGIO MORO!!!!

Ler 180 comentários