Lewandowski, legado petista que o PMDB adora

Vera Magalhães publica que ministros do STF acreditam que “os próximos julgamentos da Segunda Turma da Corte, encarregada dos processos da Lava Jato, podem começar a apresentar placares apertados”.

De acordo com esses ministros, “a nova configuração do colegiado, que passou a contar com o ex-presidente Ricardo Lewandowski, começaria a ter decisões por 3 votos a 2. O risco, apontam esses magistrados, é que a maioria estreita comece a ser contra o andamento de muitos processos”.

Ricardo Lewandowski é um legado petista que o PMDB adora.