Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lewandowski mantém quebra de sigilo de médico acusado de integrar “Ministério da Saúde paralelo”

Luciano Dias Azevedo teve o segredo de seus dados telefônicos e telemáticos levantado por decisão da CPI da Covid
Lewandowski mantém quebra de sigilo de médico acusado de integrar “Ministério da Saúde paralelo”
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Ricardo Lewandowski, do STF, manteve há pouco a quebra de sigilo dos dados telefônicos e telemáticos do médico Luciano Dias Azevedo. A medida foi imposta pela CPI da Covid no dia 10.

O ministro, apesar de negar o pedido do médico, destacou que todos os documentos recebidos pela CPI da Covid “deverão permanecer sob rigoroso sigilo“.

“Mesmo as informações relacionadas ao escopo da investigação – não sendo, pois, de cunho privado -, apenas poderão ser acessadas por Senadores da República, integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito, e pelo próprio impetrante e seus advogados, só devendo vir a público, se for o caso, por ocasião do encerramento dos trabalhos, no bojo do relatório final, aprovado na forma regimental.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO