Lewandowski, o decorativo

Renan Calheiros e os líderes da base aliada chegaram ao entendimento de que o cronograma do impeachment só pode ser definido pelos senadores e que Ricardo Lewandowski apenas preside o julgamento, sendo obrigado a cumprir o rito definido.

Nas contas do Palácio do Planalto, o início do julgamento final de Dilma Rousseff será no dia 24. #vaiterimpeachment

Faça o primeiro comentário