Lewandowski posto à prova

Eliane Cantanhêde escreve no Estadão sobre o possível acordo entre Renan Calheiros, Dilma e Rodrigo Janot para que o peemedebista fosse poupado na Lava Jato. Para a colunista, a prova dos 9 será Ricardo Lewandowski.

Leiam o que Eliane Cantanhêde publicou no Estadão:

“A confusão piorou muito, muitíssimo, depois que o ministro Luiz Edson Fachin liberou para entrar na pauta do plenário do Supremo aquele processo de Renan, de oito anos atrás, em que ele caiu na esparrela de uma ex-amante. Cabe ao presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, determinar a data do julgamento. É a prova dos 9 do presidente do STF.

Se puser o processo de Renan na pauta, cria um problemão para Dilma, que enfrenta o pedido de impeachment com Cunha na Câmara e precisa de Renan no Senado. Se não puser, vira alvo da opinião pública, tendo de justificar, tintim por tintim, em que baseia sua decisão de poupar Renan numa hora dessas.”

Faça o primeiro comentário