ACESSE

Lewandowski quer ouvir Zanin

Telegram

Antes de iniciar o julgamento do habeas corpus de Lula, os ministros da Segunda Turma discutem se Cristiano Zanin terá direito a fazer sustentação oral no plenário.

Em regra, advogados não podem se manifestar quando o colegiado analisa um recurso contra uma decisão tomada individualmente por um dos ministros.

Ricardo Lewandowski foi o primeiro a defender o pronunciamento do advogado de Lula.

“Vivemos dias difíceis do ponto de vista da democracia e do estado de direito”, justificou.

O corrupto é inocente e o ex-juiz é o suspeito? Será assim no STF? LEIA AQUI

Comentários

  • Regina -

    O STF está se aproveitando do fato de Moro estar fora do Brasil neste momento, e o Bolsonaro viajando para o G20 hoje à noite. Que gente ruim.

  • Ismael -

    Como assim? Vivemos dias difíceis com relação ao Estado de Direitos, Lewandowsky?

  • Paulo -

    ACROBACIAS JURIDICAS, CONFIAM NESSA GENTE, CABO ACORDA, ABASTECE O JIPE.

Ler 72 comentários