Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lewandowski vai relatar ação de Ricardo Barros que tenta antecipar ida à CPI

O ministro do STF foi sorteado nesta segunda-feira para analisar o mandado de segurança do líder do governo na Câmara
Lewandowski vai relatar ação de Ricardo Barros que tenta antecipar ida à CPI
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro do STF Ricardo Lewandowski foi sorteado nesta segunda-feira (5) para relatar o mandado de segurança apresentado pelo líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, contra a CPI da Covid.

O parlamentar quer que a data de seu depoimento seja mantida em 8 de julho, na próxima quinta-feira. Ele argumenta que a CPI tem atrasado sua defesa e que isso atenta contra sua honra.

O deputado Luis Miranda disse, em depoimento, que Jair Bolsonaro citou o nome de Ricardo Barros como um dos mentores das irregularidades na compra da Covaxin. Como mostrou a Crusoé, Miranda recebeu uma oferta de propina em uma reunião em que o líder do governo estava presente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO