Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Líder de caminhoneiros diz que "pessoal do agro" está por trás dos bloqueios em rodovias

Wallace Landim, conhecido como Chorão, afirmou que o movimento de hoje é "de direita" e estaria sendo financiado por entidades e corporações
Líder de caminhoneiros diz que “pessoal do agro” está por trás dos bloqueios em rodovias
Reprodução

Wallace Landim, o Chorão, que chefia a Abrava (Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores), criticou os bloqueios em várias rodovias feitos por caminhoneiros bolsonaristas nesta quarta-feira (8).

Ele disse a O Antagonista que o movimento está desvinculado da pauta dos caminhoneiros e acusou “o pessoal do agronegócio” que apoia Jair Bolsonaro de estar por trás das paralisações pontuais.

“O pessoal do agro está por trás disso aí. Estamos tentando entender a pauta. A situação econômica é totalmente complicada, a categoria vem sofrendo há algum tempo, estamos com demandas paradas em Brasília, mas existe esse movimento aí. Está bem claro que não é dos caminhoneiros, é um movimento da direita. Não são os caminhoneiros, os transportadores autônomos que estão fazendo esse movimento. É algo diferente.”

Chorão ajudou a liderar a greve da categoria em 2018 e disse que, desde aquele ano, um grupo com “pauta intervencionista” tenta usar a categoria.

“A gente precisa entender que existe um financiamento por trás disso tudo. Vi um caminhão derramando um monte de brita na pista. Esse pessoal sabe quanto está o metro da brita? Quem estaria jogando dinheiro fora assim?”

Para Chorão, “muitos estão sendo obrigados” a participar do movimento de hoje. Ele acusou grandes entidades e corporações de cooptarem caminhoneiros para uma pauta bolsonarista que inclui intervenção militar e fechamento do STF.

Leia também: “Vai morrer gente e Bolsonaro será o responsável”

Mais notícias
TOPO