ACESSE

Líder do governo na Câmara bate boca com Rodrigo Maia em reunião de líderes

Telegram

Rodrigo Maia e o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo, bateram boca hoje durante a reunião de líderes.

Os dois não se bicam desde maio do ano passado, quando o deputado da ala bolsonarista do PSL postou uma sátira em que o presidente da Câmara aparecia carregando um saco de dinheiro.

Hoje, o clima da reunião esquentou depois que Vitor Hugo percebeu que Maia poderia o estar rifando nas regras para o funcionamento do plenário virtual durante a pandemia do novo coronavírus — a liderança do governo não estava, inicialmente, entre as lideranças que poderiam vetar a urgência de matérias que serão votadas neste período emergencial. Vitor Hugo pediu um esclarecimento sobre esse ponto, e Maia não gostou do tom.

Em seguida, o presidente da Câmara também reagiu quando o líder do governo levou aos pares o desejo de Paulo Guedes em aprovar a privatização da Eletrobras. Para o governo, este poderia ser o momento de garantir no caixa da União R$ 17 bilhões — valor estimado com a venda da estatal. Maia também não gostou, avaliando que não se podia “misturar as coisas”.

Há algumas semanas, Vitor Hugo decidiu mudar a postura com seu desafeto público. Nas redes sociais, por exemplo, toda e qualquer postagem de Maia que esbarre no governo passou a ser retrucada pelo deputado bolsonarista.

Mais cedo, em coletiva, Maia pediu “serenidade” e disse que não é momento de briga política.

Leia também: Congresso X redução do gasto público. Entenda a razão.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 40 comentários