Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Líder do governo Bolsonaro pede que Queiroga deixe de ser investigado; Aziz nega

Presidente da CPI rejeitou pedido e disse que o ministro é o responsável pela política sanitária do Brasil
Líder do governo Bolsonaro pede que Queiroga deixe de ser investigado; Aziz nega
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), pediu ao presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), para que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, deixe a condição de investigado.

“A investigação visa a fatos pretéritos em relação ao enfrentamento da pandemia. Transformar ele em investigado. Ele está à frente há pouco tempo, pouco mais de 90 dias. É notório o esforço que o ministério está fazendo no sentido de antecipar e entregar a vacina. Então o apelo é para que Vossa Excelência reconsiderar essa decisão”, afirmou.

Aziz justificou a inclusão do ministro na lista dos 14 investigados. Disse que, como médico, ele tem obrigação de ser “censor” de comportamentos e declarações de Jair Bolsonaro que incentivam aglomerações. E que o atraso na negociação com a Pfizer causou prejuízo de R$ 1 bilhão.

“Ele tem que censurar o paciente que não está cumprindo a regra. A política sanitária do Brasil é exercida pelo ministro da Saúde”, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO