ACESSE

Líder do Novo, sobre TRF-6: "O argumento que não vai gerar novos gastos não é lógico"

Telegram

O partido Novo é contra a criação do TRF-6.

O projeto está na pauta da sessão de hoje na Câmara, em andamento.

O líder da bancada, deputado Paulo Ganime, disse a O Antagonista:

“Não é momento de votar um projeto desse, que não é ligado à pandemia, nem vai ajudar o Brasil a estar melhor preparado para superar a crise.”

E mais:

“O argumento que não vai gerar novos gastos não é lógico. Pode não gerar no curto prazo, no primeiro ano, mas a criação de uma nova estrutura do Estado nos empurra para um inevitável inchaço da máquina pública.”

Ganime continua:

“Àqueles que dizem que isso vai melhorar a democratização do acesso à Justiça, lembro que o maior problema é na primeira instância. Ou seja, não é um novo TRF que vai eliminar esse gargalo. E podemos também discutir a produtividade do Judiciário. Que tal começarmos reduzindo os 60 dias de férias? Temos uma recente reforma trabalhista, temos uma reforma do código penal tramitando na Câmara, temos ainda que fazer reformas no nosso Judiciário. Tudo isso tem que ser discutido antes ou junto da discussão da criação de novas estruturas. O tema é complexo, o problema existe, mas a solução não é a ideal e tampouco oportuna.”

Leia também: Bolsonaro: "Vou interferir. Ponto final"

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 7 comentários