Líder do PSDB diz que disputa "está muito equilibrada" no Senado

Líder do PSDB diz que disputa “está muito equilibrada” no Senado
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Izalci Lucas, que está na liderança do PSDB, disse a O Antagonista que os sete integrantes da bancada “votarão fechados” em um mesmo candidato. A despeito dos apoios públicos garantidos por Rodrigo Pacheco (DEM), ele acredita que a disputa para a presidência do Senado “está muito equilibrada”.

O PSDB, que fechou aliança com o Podemos, vai aguardar o anúncio do nome do MDB para definir posição. O “Muda, Senado”, como registramos há pouco, fará o mesmo.

Para Izalci, a aliança do PT com Pacheco, o candidato oficial de Jair Bolsonaro, confirmada hoje, favorece Simone Tebet, que briga pela vaga do MDB com o líder da sigla, Eduardo Braga.

“Vamos aguardar o MDB e conversar com o Rodrigo [Pacheco]. O Senado precisa ser mais autônomo e independente. Queremos um Senado mais independente.”

O tucano acrescentou que vê “muita dificuldade” para a viabilidade de uma terceira candidatura neste momento da disputa, “a não ser que seja somente para marcar posição”.

Leia mais: Nenhuma outra publicação cobre o STF com a independência, o olhar crítico e as informações de bastidores da Crusoé
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários
TOPO