ACESSE

Limitar os juros será "a extinção da agiotagem oficializada", diz Alvaro

Telegram

Davi Alcolumbre reafirmou o compromisso de pautar, na próxima semana, o projeto de autoria do senador Alvaro Dias (Podemos) que limita os juros do cheque especial e do cartão de crédito em meio à pandemia da Covid-19.

O projeto já foi pautado em outras ocasiões, mas a pressão, principalmente, dos bancos fez com que o tema não fosse adiante.

“A aprovação do projeto significa a extinção da agiotagem oficializada. Será uma oportunidade de demonstrar que o sistema financeiro funcionará bem e com lucratividade significativa, mesmo praticando taxas de juros civilizadas. Imagino que a aprovação será unânime e minimizará os danos irreparáveis das taxas exorbitantes em tempos de calamidade pública”, disse Alvaro a O Antagonista.

“O projeto não comprometerá a liquidez do sistema financeiro e, ainda, reduzirá a inadimplência”, acrescentou ele.

A proposta original estabelecia um teto de 20% ao ano para juros de cartões de crédito e cheque especial e valia para dívidas contraídas entre março de 2020 e julho de 2021.

O relator da matéria, Lasier Martins (Podemos), fez alterações no texto, por exemplo, ampliando o teto dos juros para 30% e antecipando para dezembro deste ano — e não mais julho de 2021 — o fim do prazo da vigência das mudanças.

Como noticiamos, além dos bancos, empresas como Carrefour e Renner, que oferecem cartões aos seus clientes, não gostam da ideia. “O projeto é tão bom que tem lobby de poderosos”, disse Alvaro Dias a O Antagonista no fim de junho.

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza audiência pública para ouvir o ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública, sobre informações e esclarecimentos a respeito das notícias veiculadas na imprensa relacionadas à Operação Lava Jato. Em pronunciamento, à bancada, senador Alvaro Dias (Podemos-PR). Foto: Pedro França/Agência Senado

Leia mais: Por que um dos mais entusiastas bolsonaristas rompeu com Bolsonaro? Leia aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários