Lira diz que Bolsonaro 'errou' ao liberar porte de duas armas

Lira diz que Bolsonaro errou ao liberar porte de duas armas
Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Para o presidente da Câmara, Arthur Lira, os decretos de Jair Bolsonaro que flexibilizaram as regras para aquisição de armas não invadiram a competência do Legislativo.

Em live com um grupo de advogados, Lira criticou, porém, o dispositivo que permite o porte simultâneo de duas armas.

Dizer que o decreto invadiu as prerrogativas do Legislativo é um erro. Aprovamos a lei, permitimos que seja regulamentada por decreto. Na realidade, o presidente não criou decreto novo, ele fez uma amplitude de determinadas ações dentro do mesmo decreto. Onde errou? No backup de arma. Você não pode tratar o Brasil com porte para duas armas. O cidadão comum não precisa andar com duas armas. Se tivesse invadido prerrogativa do Legislativo, tínhamos PDL para resolver isso.”

Leia mais: Epidemiologista afirma que, numa previsão otimista, a imunidade global só será atingida em meados de 2023.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO